Orações

Oração a Santa Filomena

Ó gloriosa Virgem e Mártir Santa Filomena, que do Céu onde reinais vos comprazeis em fazer cair sobre a Terra benefícios sem conta, eis-me aqui prostrado a vossos pés para implorar-vos socorro para minhas necessidades que tanto me afligem. Vós que sois tão poderosa junto a Jesus, como provam os inumeráveis prodígios que se operam por toda parte onde sois invocada e honrada.

Alegro-me ao ver-vos tão grande, tão pura, tão santa, tão gloriosamente recompensada no céu e na terra.

Atraído por vossos exemplos à prática de sólidas virtudes e cheio de esperança à vista das recompensas concedidas aos vossos merecimentos, eu me proponho de vos imitar pela fuga do pecado e pelo perfeito cumprimento dos mandamentos do Senhor.

Ajudai-me, pois, ó grande e poderosa Santinha, nesta hora tão angustiante em que me encontro, alcançando-me a graça ... e sobretudo uma pureza inviolável, uma fortaleza capaz de resistir a todas as tentações, uma generosidade de que não recuse a Deus nenhum sacrifício e um amor forte como a morte pela fé em Jesus Cristo, uma grande devoção e amor a Maria Santíssima e ao Santo Padre, e ainda a graça de viver santamente a fé para um dia estar contigo no céu por toda a eternidade.

Pai-Nosso... Ave-Maria... Glória...

Ladainha de Santa Filomena

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.

Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho de Deus, Redentor do Mundo, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós.

Santa Maria, Rainha das Virgens, rogai por nós.

Santa Filomena, cheia de abundantes graças desde o berço, rogai por nós.
Santa Filomena, fiel imitadora de Maria, rogai por nós.
Santa Filomena, modelo das Virgens, rogai por nós.
Santa Filomena, templo da perfeita humildade, rogai por nós.
Santa Filomena, abrasada no zelo da glória de Deus, rogai por nós.
Santa Filomena, vítima do amor de Nosso Senhor Jesus Cristo, rogai por nós.
Santa Filomena, exemplo de força e de perseverança, rogai por nós.
Santa Filomena, espelho das mais heróicas virtudes, rogai por nós.
Santa Filomena, firme e intrépida em face dos tormentos, rogai por nós.
Santa Filomena, flagelada como o vosso Divino Esposo, rogai por nós.
Santa Filomena, que preferistes as humilhações da morte aos esplendores do trono, rogai por nós.
Santa Filomena, que convertestes as testemunhas do vosso martírio, rogai por nós.
Santa Filomena, que cansastes o furor dos algozes, rogai por nós.
Santa Filomena, protetora dos inocentes, rogai por nós.
Santa Filomena, padroeira da juventude, rogai por nós.
Santa Filomena, asilo dos desgraçados, rogai por nós.
Santa Filomena, saúde dos doentes e enfermos, rogai por nós.
Santa Filomena, nova luz da Igreja peregrinante, rogai por nós.
Santa Filomena, que confundia a impiedade do século, rogai por nós.
Santa Filomena, cujo nome é glorioso no Céu e formidável para o inferno, rogai por nós.
Santa Filomena, ilustre pelos mais esplêndidos milagres, rogai por nós.
Santa Filomena, poderosa junto de Deus, rogai por nós.
Santa Filomena, que reinais na glória, rogai por nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Rogai por nós, Santa Filomena,
para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Para Implorar sua Poderosa Intercessão, Nas atribulações e em todas as necessidades da vida

Para Domingo


Ó Santa Filomena, Taumaturga do nosso século, eis-me aqui prostrado diante deste trono augusto, onde a Santíssima Trindade vos tem posto com a duplicata coroa da virgindade e do martírio; eu levanto para vós minhas mãos suplicantes. Que espetáculo de força e de constância não dais vós ao Céu e à terra, aos anjos e aos homens, quando os Césares perseguiam as ovelhas do Salvador e purpureavam a Igreja com o sangue de tantos milhões de mártires!
A pesada âncora que se atou ao vosso pescoço, as águas mesmo, em vos precipitaram, não abalaram, um só instante a fé que tínheis jurado a vosso celeste Esposo. Quando a mão cruel do algoz, armada de um azorrague matador, rasgava o vosso corpo virginal e fazia saltar o sangue, não se viu que vós desmaiásseis, ou chorásseis. As setas, as correntes, a espada mesmo que acabou o sacrifício e acelerou para vossa bela alma a justa possa da glória, não puderam abater um só momento o ardor do vosso coração generoso, para o Amante Celeste que era vosso tudo, e vossas delícias.
Agora o Senhor em recompensa de vossos atrozes tormentos pela glória deste lírio, que vós conservastes intacto no meio dos espinhos do mundo e pra a confusão da impiedade deste século corrompido, este Deus magnífico quis glorificar-vos pelo poder da vossa intercessão. De Oriente a Poente, do Meio dia ao Norte tem soado o estrondo dos vossos prodígios; os povos vão em multidão refugiar-se debaixo das asas da vossa proteção.
É pois a vós, eu o repita, é a vós, ilustre mártir, que eu me dirijo, eu levanto para vós minhas mãos suplicantes. Ah! Do alto da celeste pátria dignai-vos deitar um lance de olhos sobre mim, vosso humilde servo (ou serva). Ó virgem pura! Ó Santa Mártir Filomena! Aliviai-me nas minhas aflições; fortificai-me nas tentações. Preservai-me nas perseguições, ajudai-me em todas as tentações do inferno, naquele momento terrível e indeciso, donde depende a minha eternidade.
Nestes dias tenebrosos protegei aqueles que crêem em nosso Deus Todo Poderoso e em Nosso Senhor Jesus Cristo. Eis aqui o que eu peço por vossa intercessão. Amém. 


Para a Segunda-Feira

Virgem puríssima, fidelíssima discípula do Evangelho e invencível mártir de Jesus Cristo, ornada de tantas graças de pureza, enriquecida duma fé viva e duma força tão rara no meio de um mundo infiel e corrompido, sobretudo em Roma, que era o centro da idolatria, da tirania e da infernal superstição, e que era a escola dos vícios, os animais monstruosos, pois que esta cidade idólatra era um montão de erros e crimes, Santa Filomena, vós que nesta capital do mundo pagão e corrompido, vos conservaste numa fé inabalável e numa inviolável pureza até ao último suspiro por vosso Esposo Celeste, sacrificando-lhe vossa vida por tantos martírios dolorosos, nós vos suplicamos, pela eminência dos vossos méritos, que nos alcanceis junto do trono misericordioso do Pai Celeste o dom de perseverança na fé, da pureza da alma e do corpo, e duma santa morte na graça de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ames.

Para a Terça-Feira

Ó animosa mártir e fidelíssima virgem de Nosso Senhor Jesus Cristo! Para conservar sem mancha o tesouro da pureza e da fé para com nosso Deus, sofrestes o ser lançada com uma âncora ao pescoço nas águas do Tibre, donde vos tirou Vosso Celeste Esposo: nós reclamamos humildemente vossa intercessão, a fim de que no meio das águas, das amarguras, das ansiedades e das tribulações, que nos cercam sem cessar, nós sejamos revestidos da fortaleza e preservados do naufrágio dos nossos pecados e da morte das nossas almas, para que não sejamos submergidos pelas águas da tentação. Amém.

Para a Quarta-Feira

Esposa amada e intrépida mártir de Nosso Senhor Jesus Cristo! Para conservar vossa virgindade, a vossa fé heróica vos fez sobre com constância um suplício afrontoso na presença de tantos pagãos viciosos nas ruas de Roma idólatra. Demais, para glória da virgindade e da doutrina evangélica, vós renunciastes aos prazeres da carne, às delícias e às pompas do mundo e mesmo à vida do vosso casto corpo.

Vós sofrestes ainda a cruel flagelação com correias armadas de anéis de metal; e debaixo dum dilúvio de golpes matadores, fostes coberta de chagas e ficastes perfeitamente semelhante ao Salvador, que vós amáveis com todo o ardor. Ah! Nós confessamos que somos miseráveis pecadores, mundanos, sensuais e delicados; alcançai-nos a força necessária para vivermos longe da imundice do pecado e para morrer como vós com firmeza na fé cristã, ainda que nos devesse custar os maiores trabalhos, desonras e mesmo a morte. Amém.

Para a Quinta-Feira

Ó virgem animosa! Que defendestes com tanto ânimo vossa virgindade e a fé em Nossos Senhor Jesus Cristo, por esta alegria sobrenatural e esta força invencível, de que fizestes prova, sacrificando três vezes vosso corpo virginal para perseverar na doutrina de Nosso Senhor Jesus Cristo, julgando-vos feliz de ser em três encontros cruelmente trespassadas de dardos, enriquecendo-vos de tantas palmas e coroas,  que recebestes das feridas mortais por vosso celeste Esposo; rogai por nós, que observamos tão frouxamente a lei de Deus, alcançai-nos a força necessária para chegar à salvação eterna, a fim de que soframos com um santa resignação as dores e trabalhos desta vida e resistamos a todos os esforços do inferno. Amém;

Para a Sexta-Feira

Ilustre mártir e gloriosa esposa de Nosso Senhor Jesus Cristo! Este Deus Salvador que Vos destinou com os trabalhos atrozes que tínheis sofrido; Ele não permitiu que vós sucumbísseis, para multiplicar vossos sofrimentos no meio de tantas feridas e dores. Ele vos prolongou a vida como um meio de aumentar vossos triunfos e vossos lauréis imortais, e vos fez também admirável aos olhos dos espíritos celestes e mais elevada entre os gloriosos mártires. Em remate destes divinos conselhos, vós fostes conduzida ao tribunal dos tiranos de Roma, vossa angélica pureza e vossa santa fé foram postas a novas provas, e vossos bárbaros inimigos, desesperando de vencer a constância heróica do vosso coração, vos condenaram a serdes decapitada, último suplício, que pondo o cume ao vosso mérito e à vossa coroa, vos introduziu triunfante e gloriosa no reino do Vosso Esposo. Amém

Para o Sábado

Nós vos suplicamos, grande Santa, que lanceis sobre nós uma vista de caridade. Dignai-vos mostrar-nos por uma nota de bondade, que nossas pobres venerações vos foram agradáveis, e alcançai-nos as graças que desejamos para a nossa salvação, e todas aquelas de que vedes que temos necessidade para sermos preservados da morte eterna, que tantas vezes temos merecido. Fazei que nesta esperança nós respiremos de todas as nossas perturbações, isto é, que vossa doce caridade nos anime e nos console. Nós bendizemos de todo o nosso coração e com o mais profundo respeito, a Santíssima e Augustíssima Trindade, que vos encheu na terra de tantas bênçãos, que vos ornou de tanta pureza, fé e fortaleza; que vos elevou a uma tão alta santidade; sustentou-vos no meio dos vossos inimigos e tão horríveis suplícios e vos conduziu em triunfo e à glória eterna.

Nós damos também graças à puríssima Virgem Maria, Mãe de Deus, Rainha dos Mártires, que como uma mãe terna vos ajudou com a sua poderosa proteção no meio dos tormentos. Santa Mártir, nós esperamos que vós nos protejais, enquanto nós honramos vossos méritos e vossos gloriosos triunfos. Amém.

Novena

(Composta pelo Cura d'Ars, São João Batista Maria Vianney)

Esta novena é composta por:
1- Oração a Santa Filomena,
2- Meditação diária (abaixo),
3- Saudação a Santa Filomena, e
4- Ladainha de Santa Filomena.

Meditação para o 1º. dia
1- Considerai que Santa Filomena foi Virgem... Virgem em meio ao mundo... Virgem não obstante a perseguição... Virgem até a morte... Que modelo! Posso contemplá-la sem confusão?... Qual será o remédio?...
2- Humilhai-vos muitas vezes pelo que vos confundiu, considerando a sua pureza virginal.
3- Assisti à Santa Missa em sua honra e visitai uma imagem sua, se vos for fácil.

(Oração Final)

Meditação para o 2º. dia
1- Considerai que Santa Filomena foi e não deixou de ser Virgem... Porque soube mortificar os corruptos desejos da carne... conservar, no uso dos sentidos, a modéstia de Jesus Cristo... conservar-se afastada de um mundo enganador e das ocasiões perigosas... Será que a imitastes em tudo isso? Quais as fontes das vossas tentações... das vossas fraquezas... das vossas inquietações... das vossas quedas... Procurai analisá-las.
2- Fugi do que vos causou dano, praticai o que tivestes a desgraça de negligenciar relativamente à castidade.
(Oração Final)

Meditação para o 3º. dia
1- Considerai que Santa Filomena conservou e aumentou o amor pela Virgindade com a oração, fonte abundante da vida sobrenatural... com os Sacramentos, pelos quais a alma se leva no Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo e se alimenta com o Sagrado Corpo, germe divino da virgindade cristã... com a lembrança de que seus membros eram os membros do Corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo e de que seu corpo era templo do Espírito Santo... Não tendes porventura os mesmos meios?... Que uso deles fazeis?...
2- Redobrai de fervor em todas as vossas orações... Dizei de quando em quando a vós mesmos: meus membros são os de Nosso Senhor Jesus Cristo... o templo do Espírito Santo.
(Oração Final)

Meditação para o 4º. dia
1- Considerai que Santa Filomena foi Mártir... que teve de sofrer... sofrer muito... sofrer até a morte, e que mostrou nesses tormentos uma insuperável paciência... Estão em vós indissoluvelmente ligados o sofrimento e a paciência... Muitas vezes tendes que sofrer... que sofrer pouco... jamais que morrer em conseqüência. Donde provém tanta debilidade?... Não quereis talvez dar-lhe remédio?... Que meios escolheis portanto?
2- Sofrer com paciência as poucas dores, contrariedades e penas que aprouver ao Senhor enviar-nos neste dia.
(Oração Final)

Meditação para o 5º. dia
1- Considerai que Santa Filomena sofreu o martírio por Jesus Cristo... Queriam arrebatar-lhe a fé... queriam fazer com que violasse os votos de seu Batismo... induzi-la a seguir os exemplos dos idólatras ou dos apóstatas. E que desejam de vós, em tantas ocasiões, o demônio, o mundo, a carne e o vosso próprio coração, senão semelhantes infidelidades?... estas se reduzem à ofensa a Deus... Não são talvez os vãos temores que vos fazem faltar agora aos vossos deveres e trair a vossa fé?... Ó Deus, que vergonhosa tibieza! Recuperai finalmente a coragem.
2- Vencei algum respeito humano... Dizei de quando em quando a vós mesmos: É melhor agradar a Deus que aos homens.
(Oração Final)

Meditação para o 6º. dia
1- Considerai que Santa Filomena, morrendo por Jesus Cristo, teve de pôr em prática esta máxima do Salvador: "Aquele que ama mais o pai, a mãe, o filho ou a filha e a própria vida que a Mim, não é digno de Mim" (Mt 10,38-39)... Ela não hesitou... Tudo sacrificou, conquanto o sangue e a natureza erguessem a sua voz; em ocasiões menos difíceis, mostrar-nos-íamos dignos de Cristo? Se nos aparecer alguma vez uma escolha entre Deus e as criaturas, entre a graça e a natureza, entre o amor de Deus e as afeições às criaturas, a quem daremos a preferência?... Oh!, não mais desçamos no futuro, da nossa dignidade de filhos de Deus e de discípulos de Jesus Cristo.
2- Esforcemos-nos neste dia por não agradar senão a Deus ou às criaturas somente por Deus.
(Oração Final)

Meditação para o 7º. dia
1- Considerai que Santa Filomena, morrendo por Jesus Cristo, teve de tolerar as zombarias, os sarcasmos, os ultrajes de seus perseguidores, de seus algozes e da maior parte dos espectadores de seu suplício... Ela não foi menos generosa, menos constante, menos alegre na confissão pública de sua fé... Se o mundo vos der a beber em semelhante cálice, tereis bastante coragem para tragar-lhe a amargura com iguais sentimentos? Oh!, que importam as suas burlas, os seus desprezos, as suas mais injustas e mais sanguinolentas perseguições?... Pode jamais ser desonrado aquele que por Deus é honrado? Não temais... Segui o vosso caminho... Ele terminará na posse da glória eterna.
2- Não deixeis que se perturbe o vosso coração se vos disserem alguma palavra desabrida, grosseira, mordaz, ofensiva, etc.
(Oração Final)

Meditação para o 8º. dia
1- Considerai que Santa Filomena, morrendo por amor de Jesus Cristo a todas as coisas deste mundo abjeto, entrou no gozo da vida eterna. Sim, estou certa, dizia em seu coração, de que o Supremo Juiz me concederá, em troca dos bens passageiros que sacrifico por Seu amor, a coroa de justiça que me prometeu. Ela morre... e ei-la no tabernáculo de Deus, com os Santos a seguir o Cordeiro... São estes os pensamentos que procuro ter quando me acho diante de algum sacrifício?... Que impressão causam a minha alma os sacrifícios? Para que lado fazem cair a balança?... Ah! Os Santos para tudo possuir, tudo diziam, perdiam tudo... e que direi eu?
2-Façamos neste dia algum sacrifício voluntário... Façamos prontamente e de boa vontade os que estão unidos aos nossos deveres, etc.
(Oração Final)

Meditação para o 9º. dia
1- Considerai que Santa Filomena, depois de tudo haver sacrificado neste miserável mundo por amor a Jesus Cristo, d'Ele recebeu, mesmo neste mundo, mais do cêntuplo de quanto havia dado. Quanta reputação! Quanto poder! Quanta glória! Quanta grandeza humilhada a seus pés! Que numerosa afluência de peregrinos a seus diversos santuários! Quantas festas em sua honra! Que testemunhos de veneração lhe são tributados! Assim exatamente cumpre Deus as suas promessas. Oh!, se com igual fidelidade guardássemos as nossas para com Ele!... Mas privando-O de Sua glória, não viremos talvez a privar-nos também de tantos méritos e favores, seja neste mundo seja no outro?... Coragem, portanto. Sede fiéis, para que Deus o seja convosco.
2- Fazei hoje alguma obra de misericórdia em honra de Santa Filomena. Disponde-vos por uma boa confissão a receber dignamente Nosso Senhor Jesus Cristo.
(Oração Final)

Oração Final
Ó Deus, que entre os outros milagres do Vosso poder, também ao sexo frágil destes a vitória do martírio, concedei propício que nós, celebrando o natalício de Santa Filomena, Vossa Virgem e Mártir, pelos seus exemplos, cheguemos por ela a Vós. Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

Saudações à Inocente, Ilustre e Celebre Filomena

Salve, ó inocente Filomena! Que por amos de Nosso Senhor Jesus Cristo tendes conservado em todo o seu brilho o lírio da virgindade.
Salva, ó Ilustre Filomena! Arca da Salvação, que animosamente vertestes vosso sangue pela defesa de Nosso Senhor Jesus Cristo.
Salva, ó célebre Filomena! Arca da Salvação, que executais por toda a parte os maiores prodígios.
Amai a Maria Santíssima, Rainha das Virgens e a Santa Filomena, Virgem e Mária.